Buena onda social club

carlos_pontual_odeo.jpgDifícil é a arte de viver de música instrumental no Brasil. Mas, justiça seja feita, é meio difícil porque são poucos os que conseguem fugir dos clichês, daquele preciosismo harmônico que só interessa a músicos. Quando ela bebe, direta ou indiretamente, na bossa nova, a coisa piora.

Guitarrista dos Infernais, a banda de Nando Reis, Carlos Pontual fez um disco ótimo de música instrumental justamente porque consegue escapar dessas armadilhas. Instrumental social é um disco de guitarrista. É a guitarra que brilha e dá unidade às composições que, apesar de não se prenderem a uma só estética, têm entre si uma coesão muito grande. Mesmo quando Pontual resolve tempera o som de banda com samples e programações.

O álbum todo tem um clima relax como os trabalhos mais abrasileirados do guitarrista John Scofield (penso em Quiet, na verdade), mas é também cheio de referências ao jazz, ao funk (aquele dos anos 70) e, claro, ao samba. Aqui, eu resolvi colocar para tocar “Algumas lembranças”. Confesso que não é por conta da guitarra, o que me pega é o trompete monstuoso de Barrosinho, ícone do samba funk dos anos 70 com a Banda Black Rio.

Download Ouça “Algumas lembranças”